Dicas para chegar ao orgasmo

Para os homens ter um orgasmo (gozar) é um pouco mais fácil, o homem consegue chegar ao orgasmo com uma simples relação sexual ou com uma masturbação. E para as mulheres – a grande maioria – não é tão fácil assim ter um orgasmo gostoso.

Muitas pessoas dizem que é mais fácil para os homens terem orgasmo, pois não precisam de tanto empenho e preliminares para terem uma excitação que leve ao orgasmo. Já para as mulheres, tudo tem que ser mais intenso e sem pressa, pois eles precisam de muito estimulo e jeito para chegar ao orgasmo.

 Mas como ter ou fazer uma mulher ter um orgasmo?

1. Não tenha pressa

Ter um orgasmo não é um tarefa fácil, por isso não há motivo algum para ter pressa em um momento tão agradável. Não pense no tempo que está perdendo para conseguir chegar até o clímax, pense em quanto tempo está ganhando tendo prazer, sabendo que aquele momento é único e que é possível relaxar e deixar o seu corpo dizer quando é a hora. Claro que se não estiver sendo agradável (seja na masturbação ou no sexo) vale parar ou fazer uma pausa, mas se estiver gostoso, não pressione o momento e muito menos a si mesma.

 

É muito mais comum que as mulheres cheguem ao orgasmo sozinhas, na masturbação, então que tal tirar um tempo (sem pressa) para uma taça de vinho com você mesma?

2. Conheça seu corpo

Não existe orgasmo sem prazer, certo? E você, sabe o que realmente te dá prazer? Invista no conhecimento do seu corpo e saiba onde estão os pontos de maior excitação. Encontre a melhor posição, local e momento para ser esse descobrimento. Vale com as mãos ou com um vibrador, por exemplo, mas o importante disso tudo é você estar feliz e satisfeita com a sua masturbação. Só assim você conseguirá chegar ao orgasmo.

Teste intensidades, força, delicadeza, um ou dois dedos, vá testando as possibilidades até encontrar algo que te satisfaça. Quando chegar o momento de uma relação sexual, você poderá indicar ao parceiro(a) como gosta de ser tocada, seja a forma das preliminares ou a pegada de um beijo, tudo isso ajudará seu corpo e sua mente a relaxar e deixar o momento levar.

3. Invista nas preliminares

Seja na masturbação ou na relação sexual, nada de pensar que o orgasmo é fruto da penetração, não somente isso. O orgasmo é o clímax da relação, é o ápice da sua excitação, por isso quanto mais excitada estiver, mais chances tem de conseguir ter um orgasmo. Beije muito, toque a si mesma e ao parceiro, passe as mãos levemente pelo seu corpo (dele(a) também), faça carinhos, puxe lentamente os cabelos, use a língua, se masturbem, curtam o momento de todas as maneiras possíveis, sem pressa, sem expectativas, apenas se deixe levar.

Aos poucos vai intensificando essas sensações e veja quais sinais seu corpo dá. Permita que o momento tome conta de você e pense apenas nos toques que está sentindo. Depois que todos os pedacinhos do corpo estiverem explorados, ai sim vem a penetração, mas procure não tornar isso o fim da relação sexual, vá no ritmo que mais agrada a ambos, mantenha as mãos ativas, continue se estimulando mesmo durante a penetração e deixe o clima rolar.

4. Relaxe e curta o momento

De nada adianta toda essa preparação e esse conhecimento se você fingir que parou para relaxar. É necessário se desligar do mundo e curtir as sensações de uma masturbação, de um sexo oral ou de um momento a dois. Receber uma massagem erótica e pensar na roupa que tem para lavar ou nas contas que precisa pagar só vai te levar a um momento que passará e você nem vai perceber.

Tire um momento para você e seu prazer, neste espaço de tempo, curta, relaxe, respire profundamente, ouça o que não costuma ouvir, sinta novas sensações e deixe o tempo pra lá, o que vale agora é o seu prazer.

 

Aproveite todos os momentos possíveis para conhecer seu corpo e desenvolver cada vez mais a habilidade de se dar prazer, não é vergonha nenhuma se tocar e investir naquilo que realmente te faz bem. Não precisa usar cada um desses espaços de tempo para tentar ter um orgasmo, criar expectativas nem sempre é bom, por isso não se cobre, deixe que as coisas aconteçam no seu tempo, naturalmente.

Dicas de site pornô mais top do Brasil

Se o assunto é sexo, os sites pornô são assunto marcado para darmos dicas e afins para quem gosta de tal conteúdo.

Não importa o gênero, na internet encontramos milhares de sites de conteúdo adulto, porém nem todos são atraentes para uma experiencia boa de masturbação. Aqui vamos indicar alguns dos melhores sites de vídeos pornô do Brasil, para que todos tenham uma ótima masturbação com sua companheira ou companheiro.

Lista dos melhores site porno do Brasil

  1. Xvideos – Ótimo conteúdo pornô, com categorias distintas e vídeos em HD.
  2. Pornhub – Um dos mais acessados do Mundo e aqui no Brasil não é diferente. O site possui muitas categorias, incluindo Gay e Trans, distribuindo mais de 5 milhões de vídeos para seu público.
  3. Porno Bengala – Vídeos pornô de extrema qualidade, incluindo videos em HD, conteúdo muito diversificado e atualizado diariamente. O site possui mais de 30 mil vídeos de sexo de puro tesão.
  4. Beeg – Cenas de videos de produtoras famosos do ramo, eles dividem cada cena em até 3 parte para ser disponibilizada para seus usuários. Ótimo conteúdo pornográfico e com poucos anúncios.

Dicas para o sexo anal

Muitas mulheres torcem o nariz quando ouvem falar dele, outras acham algo assustador, mas na realidade, pode ser uma experiência tão prazerosa quanto excitante, e tão divertida quanto libertadora. Pode demorar algumas tentativas, mas com determinação e alguns pequenos truques, tenho certeza de que você terá momentos maravilhosos. Hoje eu trouxe para você 9 dicas para o sexo anal ficar muito mais prazeroso! Confira!

9 dicas para o sexo anal

1. É sempre melhor estar preparada

O ânus serve para um propósito primário: expulsar as fezes. No entanto, não é exatamente isso que queremos misturar com o jogo sexual. Para evitar acidentes embaraçosos, é melhor se preparar . Não se esqueça, essa é uma das principais dicas para o sexo anal.

Não faça sexo anal com intestino preso ou solto, isso pode ser fatal! Se você foi ao banheiro pela manhã ou tarde daquele dia, fique tranquila. Porém, se você quer ficar 100% segura, pode fazer uma ducha. Existem duchinhas higiênicas à venda nos sex shops para limpar o canal do reto e não deixar vestígios. São uma espécie de bombinhas d’água que você espirra dentro do ânus – e depois trate de sentar no vaso sanitário para liberar o líquido.

No entanto, acidentes acontecem e, se ocorrer, é importante manter um senso de humor sobre essas coisas. Afinal, não é nada de outro mundo!

2. Relaxe, sua bunda é linda

A vergonha não tem lugar no quarto! Se você vai ter sexo anal, você tem que saber que alguém vai estar olhando, tocando, lambendo e penetrando seu ânus. Então, respire e relaxe. Uma vez que você colocar sua mente à vontade, tudo ficará bem.

3. Fique excitada

Há poucas coisas menos atraentes do que a ideia de colocar algo dentro de você quando ainda não está pronta. Se você vai experimentar o sexo anal, é melhor certificar-se de que está muito excitada e há certas coisas que o seu parceiro pode fazer para ajudar a facilitar esse processo.

As línguas podem ser especialmente úteis. O ânus está cheio de terminações nervosas e estimulá-las com a língua pode ajudar a intensificar os sentidos de excitação e fazer com que o sangue corra para todos os lugares certos.

4. Lubrificação, lubrificação, muita lubrificação

A vagina fornece lubrificação natural quando a mulher está excitada. Já o ânus é uma história diferente. É por isso que o lubrificante é fundamental quando você for praticar o sexo anal. Apesar do que vemos nos filmes pornôs, cuspir não é exatamente a melhor opção, acredite. A saliva nem sempre fornece umidade suficiente e, quando o faz, pode secar rapidamente.

A maioria dos especialistas recomenda um lubrificante à base de água, que não mancha lençol nem estraga a camisinha. Não utilize qualquer outra substância no lugar do lubrificante, elas podem causar irritações na área e o prazer vai dar lugar a dor. Também não aconselho a praticar sexo anal sem lubrificante, pode não ser uma experiência muito agradável.

5. Encontre a posição certa

As diferenças devem ser celebradas. O que funciona para uma pessoa não funcionará necessariamente para a outra. Quando se trata de sexo anal, encontrar a posição certa é a chave. Algumas preferem ficar de quatro. Outras gostam da posição conchinha. Estar por cima permite controlar a velocidade e a profundidade da penetração. A única maneira de encontrar o que funciona para você é experimentando.

6. Não se esqueça do resto

Há apenas uma coisa melhor do que ter um orgasmo: ter orgasmos múltiplos. É fácil ficar focada no ânus durante o sexo anal, mas lembre-se, outros pontos orgásmicos estão esperando ao virar da esquina. Não os ignore. Muitas mulheres desfrutam da estimulação do clitóris durante o sexo anal. Outras disseram que chegaram ao orgasmo  através de contrações do músculo pélvico durante a relação sexual. Seu parceiro tem um conjunto de zonas erógenas para estimular e tornar a experiência muito mais prazerosa para você.

7- Brinquedos eróticos

Se você não está acostumada com o sexo anal, você pode achar que um pênis pode ser extremamente grande para o seu ânus. Por isso, é melhor começar com algo menor e aos poucos ir se acostumando. Os dedos são um excelente ponto de partida. Use um dedo, depois dois, para ir se acostumando as sensações.

À medida que você se acostumar com os dedos, pode passar para um brinquedo erótico ou um pequeno vibrador. Há diversos modelos, em todas as formas e tamanhos. Atenção: qualquer brinquedo que seja usado para estimulação anal deve ter uma base alargada para evitar que ele desapareça acidentalmente dentro de você. Além disso, qualquer coisa usada utilizada no ânus precisa ser lavada ou coberta com um preservativo limpo antes de ser usada em outro orifício.

8. Respire

 

Geralmente quando praticamos sexo anal, é comum ficarmos tensas e segurar a respiração devido ao nervosismo. Essa é uma das principais dicas para o sexo anal: aprender a respirar e relaxar é o fator crucial para ter sexo anal com mais prazer. É essencial que você pratique a respiração para reduzir a ansiedade e aumentar sua satisfação. Quando você estiver respirando, concentre-se nos músculos lá embaixo e jogue fora toda a tensão. Você também pode escolher algumas músicas para criar um ambiente relaxante.

9. Comunicação

O mais importante sobre o sexo anal é a comunicação. Como seu parceiro não pode ler a sua mente, você precisa dizer o que está sentindo. Além disso, você precisa estar confiante o suficiente para dizer a outra pessoa a verdade. Se o seu parceiro estiver indo muito forte ou rápido demais, não tenha receio de pedir para ir com calma. Não tenha medo de dizer que está doendo ou pedir para parar, afinal, sexo anal não é das matérias mais fáceis da vida. Como já disse antes, para ter prazer no sexo anal, você precisa ir tentando e se o seu parceiro souber do que você gosta e do que você não gosta, será muito mais fácil.

Dia Mundial da Saúde Sexual

  1. Valorizar o corpo.
  2. O desenvolvimento humano inclui o desenvolvimento sexual, o que pode ou não incluir a reprodução ou experiência sexual genital.
  3. Respeito pela orientação sexual, identidade e expressão de outros gêneros.
  4. Aproveitar para expressar sua sexualidade ao longo da vida.
  5. Discriminar entre comportamentos sexuais que aumentam a vida e aqueles que são prejudiciais para si e/ou outros, e evitar os que trazem sofrimento.
  6. Expressar sua sexualidade e respeitar os direitos.
  7. Participar, não permitindo exploração, do sexo consensual.
  8. Fazer regularmente check-ups, mama e auto-exame testicular e identificação precoce de problemas potenciais.
  9. Evitar contrair ou espalhar uma doença sexualmente transmissível, incluindo o HIV.
  10. Demonstrar respeito pelas pessoas com diferentes valores sexuais.
  11. Avaliar o impacto na família e na vida, dos meios de comunicação sociais e mensagens culturais em pensamentos, sentimentos, valores e comportamentos relacionados com a sexualidade.
  12. Rejeitar estereótipos sobre a sexualidade das diferentes populações.

Sexo ajuda a ter uma vida mais saudável.

Dê atenção a esses valores porque eles ajudarão a melhorar a sua qualidade de vida.

Dicas para tornar seu sexo mais poderoso

Você provavelmente já conhece os prazeres do sexo. O deleite de juntar seu corpo com o de outra pessoa, explorando as possibilidades da sensação carnal que a natureza animal proporciona – que maravilha, não? Mas e se te dissessem que, na verdade, o prazer que você sente é apenas uma parcela do real prazer sexual possível?

É porque muitas vezes consideramos o sexo apenas isso: um ato carnal – quando poderíamos ir além. O tamanho do pinto é realmente tão importante assim? Por mais que nossos pintos tenham um tamanho mediano), teimamos em achar que eles são pequenos e, assim, supervalorizamos o tamanho, quando, na verdade, esse é um dos fatores menos importantes no sexo.

No fundo, o que importa não e ter um membro grande, mas experienciar um sexo prazeroso – tanto quanto for possível. Não é?

A questão é que costumamos achar que um pinto avantajado é símbolo de competência sexual. Mas não há pensamento mais equivocado do que esse.

Estamos cansados de saber que um pinto muito grande pode machucar a mulher. Pior ainda se o homem fizer a associação infantil de pinto e poder.

Não, senhores, a competência sexual está na forma como nos relacionamos com a parceira – que, importante ressaltar, não é apenas uma vagina. Confira as dicas:

Seja confiante na hora H

Então, antes de qualquer coisa, se você deseja que as mulheres se deleitem com suas potencialidades sexuais, deve demonstrar confiança. Sem confiança não há pinto que consuma um bom sexo.

É uma cadeia de acontecimentos: se a mulher sentir sua confiança, irá se soltar sexualmente contigo; ao se soltar, os estímulos sexais se tornarão mais intensos, o que fará com que o prazer seja muito maior; com um prazer aumentado, o orgasmo será muito mais potente. E é isso o que todos nós queremos, afinal.

Para aumentar a sua confiança, um bom primeiro passo é não enxergar no sexo uma obrigação. Isso destrói qualquer possibilidade de prazer.

Conheça sua sexualidade e a da sua parceira

Agora, há outro aspecto que precisa ser considerado: o conhecimento de si e da sua parceira.

Conhecer a sua sexualidade, suas zonas erógenas, o funcionamento do seu corpo vai lhe trazer segurança para permitir que ela te explore, inclusive, por saber indicar a ela como te tocar.

E, conhecendo-a, você também ganha autonomia e liberdade na hora do sexo. Até por isso falei outro dia sobre como é importante que você conheça sua parceira na cama.

Sua transa ficará muito mais poderosa conforme você for se descobrindo sexualmente. E, para isso, é imprescindível superar os diversos tabus sexuais que ainda existem por aí.

Permita-se explorar seu corpo, experimentar novas possibilidades e possivelmente irá descobrir infinidades de prazeres que jamais imaginava existir.

Esteja presente

A maioria das mulheres estão nem aí para o tamanho do nosso pinto – elas querem se sentir amparadas. Se você mostrar que está consciente na hora da transa – e não que quer dar uma bombada, virar para o lado e dormir -, para ela o seu pinto terá 50 centímetros de puro prazer.

Pois é, nada de fórmulas mágicas. A proposta aqui é oferecer algumas ideias para que você reflita sobre a sua relação com o sexo. Deixar essa relação se estagne na superfície dos sentidos corporais é um verdadeiro desperdício.